Rua Brilhante, 2334 - Centro - Campo Grande / MS

(67) 98135-0095 / 99300-1810 / 99660-9248 / 99294-8118 / 3253-0010 / 3253-0020 / 3331-3555

ampliar

A Honda entrou na onda de ressuscitar sucessos do passado: estão aí Africa Twin e Sahara 300 para provar. Agora é a vez da Tornado voltar ao mercado. Ela chega com motor 300 cilindradas da Sahara e por isso mesmo o comparativo é inevitável. Os destaques ficam para: a Tornado está com assento mais alto que a Sahara (Tornado tá com 890mm); está 3 quilos mais leve (com 143 kg), traz um novo painel; vem com curso na suspensão traseira levemente maior (227mm); e ficou 0,4 cv mais fraca que a Sahara (por conta da nova caixa de ar e proposta offroad). O preço? Ficou mais cara que a versão de entrada da Sahara (a Rally), onde a nova Tornado 2025 tem preço sugerido de R$ 27.690, base São Paulo/SP, que não inclui despesas com frete ou seguro.

Cores, garantia

As Honda XR 300L Tornado estará disponível na rede de concessionários Honda a partir de agosto. A garantia é de 3 anos, sem limite de quilometragem, mais óleo Pro Honda grátis em sete revisões (o fornecimento gratuito do óleo é válido a partir da 3ª revisão). O intervalo de manutenção é de 6.000 quilômetros ou 6 meses após a primeira revisão, que deve ocorrer com 1.000 quilômetros ou 6 meses. A opção de cor disponível é vermelha.

Detalhes

A escolha de um chassi derivado da Honda CRF 250F representa uma evidente opção por robustez e eficiência ciclística, características intrínsecas das Tornado desde sempre. Tal estrutura tubular de aço, superdimensionada, se une a componentes de alta especificação técnica como suspensões de longo curso, rodas raiadas com aro de alumínio 21 polegadas na dianteira e 18 polegadas na traseira, que junto à pneus e freios forma um conjunto ciclístico que satisfará plenamente às exigências da utilização off-road.

Mecânica

A Honda XR 300L Tornado se vale do mesmo motor que equipa a Sahara 300. Trata-se de um monocilíndrico SOHC arrefecido a ar, de 293,5 cm3, cuja arquitetura privilegia o torque em baixas e médias rotações. Em virtude de alterações na caixa do filtro de ar, a potência máxima usando etanol é de 24,8 cv (24,3 cv com gasolina). o que representa diferença na ordem de 0,4 cv em relação ao motor que equipa a Sahara 300. Todavia, o torque máximo de 2,74 kgf.m (com etanol, 2,7 kgf.m com gasolina) foi mantido, e surge em regime levemente inferior de rotação.
 
A embreagem é do tipo assistido deslizante, que proporciona pequeno esforço no acionamento da alavanca e segurança nas reduções de marchas mais extremas, umavez que o sistema limita uma eventual perda de aderência da roda traseira e consequente desestabilização. Assim como a Sahara 300, a XR 300L Tornado tem radiador de óleo, cujo posicionamento garante integridade ao componente em eventual tombo, comum na prática do off-road, como favorece a estabilidade térmica, o que amplia a durabilidade do motor.

A alimentação da XR 300L Tornado está a cargo do sistema de injeção eletrônica PGM-FI com tecnologia FlexOne, que permite abastecimento com gasolina ou etanol em qualquer proporção. O motor da nova Tornado atende amplamente as exigências da legislação PROMOT 5.

Tendo em vista uma proposta mais fora de estrada da XR 300L Tornado ante a Sahara 300, medidas fundamentais da geometria, o cáster e o trail, foram alteradas. A mudança é mínima no cáster – 25º59' na XR 300L Tornado enquanto na Sahara 300 tal medida é de 26º00' –, enquanto o trail passou de 98 mm na Sahara para 123 mm na XR 300L Tornado. Na prática, estes números evidenciam a opção por mudanças de direção mais rápidas na Tornado e privilégio da estabilidade direcional em velocidades elevadas na Sahara 300.

Quanto às suspensões, a XR 300L Tornado tem um garfo dianteiro telescópico, com tubos de 41 mmØ e 245 mm de curso na roda, com aro de alumínio de 21 polegadas calçado com pneu medida 90/90. Na traseira, a suspensão Pro-Link tem conjunto mola/amortecedor regulável em sete posições ancorado à balança de alumínio. O curso é de 227 mm (2 mm a mais que na Sahara 300). O pneu traseiro tem medida 120/80 – 18. A XR 300L Tornado está equipada com os novos pneus Metzeler Karoo Street, com desempenho adequado ao uso tanto no asfalto como em vias de terra.

A frenagem da XR 300L Tornado conta com sistema ABS (Antilock Brake System) de dois canais, com disco dianteiro de 256 mm de diâmetro e cáliper de pistão duplo de comando hidráulico. O disco traseiro tem 220 mm de diâmetro e cáliper de pistão simples, também com comando hidráulico. O peso a seco é da Honda XR 300L Tornado é de 143 kg.

O design da nova Tornado tem destaque pela presença do banco plano, cuja parte anterior avança sobre o tanque, evidencia o caráter fora de estrada. Idem sobre as partes plásticas, com laterais que facilitam a movimentação do piloto e a solução do tanque metálico encapsulado por superfícies plásticas, com amplas aletas laterais. A capacidade é de 13,8 litros (3,7 litros de reserva). O mesmo vale para justificar a opção pelo para-lama elevado e farol e lanterna traseira minimalistas. O painel exclusivo é outro elemento que alia a totalidade de informações.

Neste contexto, merece destaque o posicionamento das pedaleiras e também a altura do banco em relação ao solo, de 890 mm, assim como a elevada distância livre do solo, de nada menos que 268 mm, medidas de referência em seu segmento e garantia de efetividade em uso extremo. Mesma filosofia se evidencia pela escolha de aros com predisposição para travas de pneu, equipamento específico para uso off-road.

Um aspecto importante que diferencia a XR 300L Tornado da Sahara 300 é a existência das coifas de proteção para as bengalas da suspensão dianteira. Tais componentes cumprem importante papel prático, protegendo a superfície das bengalas da poeira e pedras em uso off-road, como são elementos estéticos importantes, acrescentando robustez ao conjunto frontal. O mesmo cabe dizer sobre a escolha do preto para a pintura dos aros e da porção inferior das bengalas e balança de suspensão traseira.

 

 

Mais fotos

Clique na foto para ampliar